Você já leu "A Origem das Espécies" de Darwin?

A adesão cega ao naturalista inglês pode ser comparada sem nenhum exagero ao fanatismo de um religioso pelo seu líder espiritual. A par disto, imagine o seguinte diálogo:

Quem é a pessoa mais importante no mundo depois de seu pai e sua mãe?
- Charles Darwin!
E a segunda?
- Olha, se ele estivesse vivo, seria aquela a quem ele indicasse, mas, como ele já se foi, fico com Richard Dawkins, que melhor o representa hoje!
((rs))

Pois bem. Uma das características que distingue um simples admirador de um fanático, refere-se à completa ausência de conhecimento que se tem acerca daquele a quem tanto idolatra. "Ele é lindo e pronto!" ((rs))

O caso da "galerinha levada de Darwin" é bem típico. Para eles Darwin foi o maior vulto histórico; um cientista revolucionário; um pensador nato; um exemplo para a humanidade, blá blá blá caixa de fósforo...

Todavia, se você perguntar a um desses alienados fãs do naturalista inglês se já leu um de seus livros, logo o verá titubear. A pesquisa, a seguir, extraída de uma comunidade do Orkut, dedicada ao "pai da evolução" (Wallace foi apenas o "titio da evolução"), atesta um pouco disso:


Você já leu "A Origem das Espécies" de Darwin?

SIM - 39%

NÃO - 36%

COMECEI, MAS NÃO TERMINEI - 21%

NÃO QUERO LER. NÃO PRECISO - 2%

Assim, somando os que não leram com aqueles que ousaram ler mas desistiram, temos a cifra de 57%. Ou seja, mais de 50% dos que defendem a crença no darwinismo desconhecem a principal obra de seu grande "líder espiritual". ((rs))

Que beleza!

É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário